Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Time x Clube

Time é fé, religião, crença, paixão.

Clube é estrutura.

Time é imbatível, intocável.

Clube é exigido, criticado.

Clube é o presente.

Time é o passado, presente e futuro.

Clube é patrocínio, renda.

Time é raça, tradição.

Clube tem um craque

Time tem ídolos.

Clube tem sócios

Time tem uma nação

Rafael Shiroma

Anúncios

Read Full Post »

Messi na versão para videogame

Que o Messi vem jogando muito, isso ninguém duvida, mas ninguém sabe ao certo como explicar tamanha habilidade. Seria apenas uma boa fase? Ou ele ainda não enfrentou nenhum marcador que possa realmente pará-lo? E de onde vem sua inspiração? Muitos devem fazer as mesmas perguntas, e só resumem suas respostas à: “Ele realmente é um gênio!!”.

Porém, o técnico do Arsenal, Arsène Wenger, falou que o Messi é um “jogador de videogame”. Comparação que, na minha opnião, é bem interessante e coerente. Os jogos eletrônicos baseado em simuladores seja eles de futebol, avião, carros, etc. estão cada vez mais perto da realidade (não digo perfeição, pois até a realidade não é perfeita). E não seria nenhuma surpresa se algum jogador dissesse que usa jogos de vídeo game pra aprimorar o seu futebol.

Mas a diferença entre o real e o virtual é que nos jogos eletrônicos o jogador tem a visão de um telespectador, ou seja, tem uma visão de 360º do jogo, além de ter um radar no canto da tela mostrando todos jogadores em campo, enquanto os jogadores de futebol tem apenas a sua visão frontal além de se orientar pelos gritos de seus companheiros e técnico.

Mas ai você senta, analisa e pensa: “Se os simuladores de futebol têm uma visão de jogo diferente dos jogos reais. O que um jogador de futebol pode aprender com eles?!?!”. Bom, se o jogador se basear no radar que existe nos jogos eletrônicos, ele vai tentar observar onde estão seus companheiros e onde estão seus adversários, facilitando assim o passe de bola ou até mesmo os dribles, não chega a ser aquela visão de 360º que existe nos jogos de videogame mas fica bem próximo disso.

Agora se o Messi realmente joga videogame ou até mesmo se baseia neles para joga bola, ai já é outros quinhentos….

Rafael Shiroma

Read Full Post »

Dúvida cruel

No futebol, hoje em dia, falamos muito de Messi, Cristiano Ronaldo, do time do Barcelona, dos esquemas com três atacantes, de Neymar, Robinho, Ganso e André…enfim, para quem gosta de futebol-arte, futebol-muleque (ou seja lá qual a definição mais atual do futebol jogado com velocidade, habilidade e por que não, sacanagem), o mundo da bola tem nos dado um prato cheio em vários campeonatos, inclusive no Brasil, onde a moda dos times com três zagueiros e dois volantes, três zagueiros e três volantes (acredite, isso existe), o famoso 3-6-1 do Ney Franco, que em algum momento ele utilizou por onde passou, está acabando, ao que tudo indica.

Os times entenderam que é necessário marcar, e marcar firme, mas que para isso não é necessário um amontoado de jogadores que não produzem ofensivamente. Basta ver o Santos, com Arouca (segundo volante improvisado de primeiro e jogando muito), os outros dois componentes são Marquinhos e Paulo Henrique, dois meias, habilidosos, mas que se voluntariam na marcação, assim como o também participativo Wesley, que devido ao sucesso de Marquinhos, foi deslocado para a lateral direita. Além desses, é de se prestar atenção na volta dos “meninos da dancinha”, tanto Neymar, quanto Robinho e também André voltam para ajudar seja pelo meio, atrasando o contra-ataque ou pelas laterais, atasanando as subidas dos alas. Ainda assim, o Santos tem um ataque com média de 3,4 gols por jogo na temporada e sempre jogando pra frente. Ter 6 jogadores (meio campo e ataque) que tem vocação ofensiva está atrapalhando o Santos? Acho que não.

O Barcelona do Messi e também do Xavi (tão genio quanto Messi, na minha opinião) joga também no mesmo sistema. O time titular tem sido: Victor Valdés, Daniel Alves, Puyol, Piqué, Abidal, Sério Busquets, Xavi, Iniesta, Pedro, Messi e Ibrahimovic. Tudo bem, um meio campo com três “volantes” de origem, porém que rendem muito no ataque, Xavi é um exímio passador e finalizador, Iniesta é presença constante nos ataques sempre entrando na linha de fundo atrás dos zagueiros para fazer a jogada, Pedro, movimentação absurda pelo lado esquerdo e também centralizado, Ibrahimovic, ta devendo, mas sabe o que fazer, e Messi, bom, se for falar do Messi vai demorar muito…a questão é, o time marca muitos gols, e sofre poucos.

O que Barcelona e Santos tem em comum?

Na minha humilde opinião, ambos jogam bonito, com qualidade, com habilidade, com magia (para alguns) e nem por isso deixam de ser eficientes. O Santos, é claro, precisa ainda ganhar títulos para se tornar um time mais expressivo, mas tem feito apresentações de gala, precisa ser mais constante. Constância essa que sobra no esquadrão de Messi e companhia…

Os dois times sabem o que fazer com a bola, sabem tocar, abrir espaços, se movimentar, sem dar espaços ao adversário, e quando perdem a bola sabem marcar a saída de jogo do adversário ali na frente, recuperando muitas vezes e criando novas jogadas imediatamente.

A nossa seleção vai para a Copa com Gilberto Silva (regular), Felipe Melo (regular quando lembra de jogar sem os cotovelos, sem tomar cartões desnecessarios), Elano ou Ramires ou Daniel Alves (sim, nosso reserva da lateral É a melhor opção) e Kaká (mas o Kaká do Milan, melhor do mundo, rápido, inteligente e decisivo ou o do Real Madrid, apagado, machucado, lento?), enfim…a seleção brasileira exala pragmatismo quando joga, toca de lado a lado sem produzir nada e com uma lentidão que abisma que vê. À excessão das subidas de Maicon (sempre melhor com Daniel Alves a seu lado), um surto do capitão Lúcio (um monstro na zaga, mas que dá calafrios quando sai com a redonda) ou um lampejo de Kaká, Robinho e do Fabuloso Luís Fabiano, o que faremos? Vamos ver o tempo passar e tocar de lado? Não é todo jogo que o tão temido “contra-ataque” da seleção vai resolver.

Não valia a pena ter investido num meio-campo mais dinâmico? Mas como discutir com gente que só vê os resultados? Sejam eles conseguidos de qualquer maneira…Dunga ganhou tudo, parabéns, o time realmente demonstra disposição na marcação, além dos milagres do Julio César…mas só essa disposição vai resolver?

A história das Copas até joga a favor de Dunga. A Itália, sempre burocrática é tetra, o Brasil de 94, que não empolgou e também era burocrático, ganhou, o Brasil do futebol arte, em 1982, perdeu…Paciência. Como digo, contra fatos não há argumentos. Mas ainda assim, acho mais fácil vencer com qualidade aliada a disposição que com disposição aliada a disposição.

Vamos ver no que vai dar…Vamos lá Brasil, ou vamos lá futebol arte??

Paulo Henrique

Read Full Post »

De um lado o Santos, líder isolado e absoluto no Paulistão. Do outro o Corinthians que até agora tratou os jogos do Paulistão como um “laboratório” para a Libertadores.

Ambos os times vem mostrando um elenco estável ao contrário do seus adversários (não brigaram com a torcida, não teve técnico demitido, ainda não perderam nenhum clássico…)

No lado do Santos, Robinho não vai jogar, vai estar na seleção. A diretoria do Santos bem tentou, chegou até a implorar para que o atacante ficasse para o clássico,mas nada disso adiantou, Robinho não vai jogar o clássico.

O Santos queria o Robinho no jogo não pela falta de qualidade do elenco, até porque ele já era um elenco forte mesmo sem o Robinho, mas acontece que o Santos ainda não engoliu aqueles 3 x 1 no ano passado pela final do campeonato paulista, mais precisamente aquele gol de cobertura do Ronaldo no Fábio Costa. Toda vez que a TV mostra os gols do Ronaldo, esse gol termina a exibição com chave de ouro. Da mesma forma que quando mostram os grandes lance do Robinho, sempre aparece aquelas pedaladas dele em cima do volante Rogério que era do Corinthians na final do Campeonato Brasileiro de 2003.É, realmente o gol do Ronaldo perturba os santistas, da mesma forma que as pedaladas também perturbam os corinthianos.

Mas acontece que o gol do Ronaldo é mais recente, aquele lance do Robinho já não tem mais graça, futebol não é museu pra viver de passado. Por isso, os santistas queriam Robinho no clássico, pois é o único do time que maturidade o bastante pra fazer um gol de letra em um clássico, mas bem que a torcida do Santos queria ver aquele de cobertura em cima do Bragantino no clássico de domingo…

Sobre o jogo, é difícil falar em quem ta levando vantagem, mas uma coisa é certa. Quem ganhar, vai ser considerado o time mais forte de São Paulo.

Rafael Shiroma

Read Full Post »

Afinal. O que eles querem?!

Antônio Carlos é o novo técnico do Palmeiras, mesmo sem ter feito um jogo como técnico do Palmeiras a torcida já está criticando-o e pedindo a volta de Muricy. O interessante é que no ano passado quanto o Muricy Ramalho foi contratado, alguns torcedores do Palmeiras criticou a diretoria querendo também que o técnico da época (Jorginho) continuasse no comando. Agora eles querem o Muricy de volta.

Mesmo com os títulos conquistados e a história que o Antônio Carlos fez no Palmeiras nos 90, não foram o suficiente para apagar da memória aquele episódio em que ele foi acusado por racismo, na época quando ele ainda jogava pelo Juventude. Apesar desse episódio, Antonio Carlos fez um ótimo trabalho como diretor de futebol no Corinthians e como técnico no São Caetano, mas mesmo assim a torcida do Palmeiras torce o nariz para ele. Afinal. O que eles querem?!

Rafael Shiroma

Read Full Post »

Uma notícia que vem sendo comentada desde domingo, é a volta do Robinho para o time do Santos. Acontece que surgiu hoje, uma outra notícia dada pelo técnico do Manchester City, Roberto Mancini, falando que o São Paulo também está querendo contratar o Robinho.

Pelo menos uma coisa é certa, ele vai voltar para o Brasil, mas em qual time ele vai jogar?! A resposta para essa pergunta vai ser dada nos próximos dias. Mas quem está a frente nas negociações é o Santos que inclusive, o presidente do Santos já viajou para Inglaterra para conversa com a diretoria do City e tentar um contrato por empréstimo, enquanto o São Paulo é só especulações.

Aliás, não é a primeira vez que o São Paulo tenta interferir uma transferência, ele fez a mesma coisa quando o Corinthians tentou contratar o meia Danilo e o zagueiro Breno, e o São Paulo não conseguiu trazer nem um e nem outro.

Portanto, acho certa a vinda do Robinho para o Santos e vai ser boa para ambas as partes e espero que aqui no Brasil ele possa reencontrar o seu bom futebol e assegurar de uma vez a sua vaga na seleção brasileira.

Rafael Shiroma

Read Full Post »

2010 promete…

2010 será com certeza, um ano bem agitado, Copa do Mundo vem aí, e o Brasil mais uma vez vai marca presença, que, aliás, foi garantida com antecedência!! Eu to levando fé nessa seleção, muita gente tá criticando o futebol “burocrático” do Dunga. Pode até ser burocrático, mas é eficiente. Os jogadores também já mostraram que tem poder de reação quando estão atrás do placar (como foi na final da Copa das Confederações, onde o Brasil perdia por 2×0 e conseguiu virar para 3×2 no final), portanto, acho que só um time muito bem armado e entrosado para vencer essa seleção.

Outra coisa interessante que eu to achando nessa copa, é como a mídia ta tratando esse assunto. Lembro que em 2006 tava o maior “oba-oba” por parte dos jogadores da seleção e a mídia também sua parcela de culpa nisso. Agora, em 2010, o que eu vejo são propagandas em que aparece um monte de gente pedindo para que os jogadores da seleção tenham garra, determinação e que honrem a camisa.

2010 também será o centenário do Timão e que, diga-se de passagem, é o 1º dos grandes clubes paulista que vai fazer 100 anos!!(Que bom… ¬¬). E como todo clube que faz cem anos, ele vai querer ganhar tudo, e para isso, montou um elenco forte e experiente (casos como: Roberto Carlos, Tcheco, Danilo, Iarley…). Esse elenco do Corinthians vai ter que realizar duas metas esse ano. 1º: espantar a “maldição do centenário” que costuma assombrar alguns clubes que no ano do seu centenário não fizeram uma boa campanha (como por exemplo, o Inter que no ano passado só ganhou o campeonato gaúcho e o Coritiba que acabou rebaixado para a 2ª divisão.). A outra mata e mais importante vai ser o tão sonhado título da Libertadores que o Corinthians nunca ganhou, e que esse ano tem tudo para conquistar, planejamento e elenco para ganhar pelo menos ele tem!!

Rafael Shiroma

Read Full Post »

Older Posts »